O seu Dia a Dia
Simplificar o seu Dia

A cada cor o seu tipo de lixo, crie pequenos ecopontos em casa

Publicado em 18-12-2017

Separar o lixo é um contributo concreto e direto para preservar os recursos naturais do planeta. Quem recicla papel contribui para evitar o abate de árvores, quem recicla plástico dá o seu contributo para reduzir a utilização de matérias-primas como o petróleo, por exemplo.

Interiorizar este tipo de práticas na família é por isso cada vez mais fundamental e mais fácil. Há poucos anos a reciclagem era desmotivada pela escassez de ecopontos, hoje a questão não se coloca e os pontos de recolha de matérias recicláveis estão bem distribuídos pelas povoações e normalmente perto de casa. As desculpas para não criar o seu próprio ecoponto são por isso cada vez menores e na prática a tarefa é simples.

Para criar o seu próprio sistema de reciclagem pode comprar recipientes próprios, existem lojas de moveis com baldes encastráveis e várias divisórias, que podem ser usados para esse efeito. Pode, em alternativa, usar caixas ou sacos reaproveitados para esse fim, que devem ser colocados em locais de fácil acesso, tão perto quanto possível dos recipientes onde coloca o lixo orgânico, para evitar esquecimentos e distrações na hora de se livrar deles.

Se não tiver espaço no armário ou na cozinha, use a varanda mais próxima dessa divisão ou reserve um espaço no quintal. Antes de colocar uma embalagem para reciclar procure o símbolo que confirma esta possibilidade. Separe tampas de metal de garrafas de vidro e esvazie as embalagens, passando-as por água. Assim vai reduzir o espaço necessário para as guardar e evitar cheiros desagradáveis.

Em casa pode usar o mesmo sistema de cores que distingue os ecopontos públicos. Amarelo para embalagens de plástico e metal; azul para papel e cartão e verde para recipientes de vidro. A reciclagem de pilhas é identificada a vermelho. Não se esqueça de guardar também as rolhas de cortiça, que provavelmente terá de manter em casa durante mais algum tempo, porque os pontos de reciclagem para este tipo de materiais existem em menor número e normalmente estão disponíveis apenas em superfícies comerciais.

Se ainda não faz a separação de todo o lixo que pode ser reciclado vai ficar espantado como os resultados, pois quando começar tornar-se-á fácil perceber que cerca de metade do que mandamos fora todos os dias pode ser encaminhado para reciclagem.