O seu Dia a Dia
Tema da Semana

Adeus, ano velho. Bem-vindo, 2018

Publicado em 27-12-2017

Ao som das 12 badaladas, erguem-se copos de champanhe em jeito de comemoração; vê-se o fogo de artifício enquanto se comem as 12 passas e para cada qual formula-se um desejo, renovam-se objetivos e votos. É o ano velho que nos deixa e o novo que acaba de chegar, prometendo muitas coisas boas.

Com o dia 31 de dezembro já ao virar da esquina, importa começar a fazer planos para saber onde se pode passar a última noite do ano. Se é daquelas pessoas que prefere não pagar, usufruindo antes da boa oferta disponível pelas ruas das grandes (e pequenas) cidades, então saiba que, à semelhança de anos anteriores, também este terá muito por onde escolher.

Assim sendo, a norte, a cidade do Porto despede-se de 2017 com a promessa de um belo fogo de artifício que deverá iluminar as ruas da Invicta; na Avenida dos Aliados, a já habitual festa faz-se ao som dos Amor Electro e, antes disso, o aquecimento fica a cargo de Áurea.

Na capital, por seu lado, prometem-se vários hits dos anos 80 com muitas caras e vozes bem conhecidas a desfilar pelo Terreiro do Paço.

Assim sendo, durante a noite mais longa do ano, Lisboa vai receber, logo a partir das 22 horas, o concerto de Marta Ren & The Groovelvets, seguido da atuação dos Capitão Fausto. Depois do espetáculo de pirotecnia, acompanhado da música do duo Beatbombers, espaço para um concerto que junta vários artistas portugueses a cantar hits do pop rock nacional; sobem ao palco nomes como Ana Bacalhau, Ana Deus, Lena d’Água, Luís Portugal, Miguel Ângelo, Rui Pregal da Cunha, Samuel Úria, Viviane e Xana, entre outros.

Mas as festividades na capital começam algumas noites antes, e aquele que a Câmara Municipal de Lisboa apelida de “Super Ano Novo” conta, a 29 de dezembro, com a atuação da fadista Ana Moura. A 30 de dezembro, o palco fica reservado à música africana, com atuações da cantora Lura e do angolano Bonga.

Quem escolher o Terreiro do Paço poderá ainda desfrutar da tradicional árvore de Natal com cerca de 30 metros.

Rumando de novo a norte, chegamos à cidade de Braga onde a festa se faz nas ruas contando com muita música e fogo de artifício. A partir das 22 horas do dia 31 de dezembro, Miguel Gameiro sobe ao palco principal instalado na Avenida Central, seguido de vários DJ que animam as hostes até às 4 da manhã.

De novo a sul, Faro conta com Tiago Bettencourt, Morpho e vários DJ no Jardim Manuel Bívar. Mas a festa está espalhada pelo país com programas especiais em Espinho, Coimbra, Cascais, Évora, Figueira da Foz, entre várias outras cidades.

Na Madeira, música e cor também enchem as ruas do Funchal, mas a grande festa faz-se com o fogo de artifício. De acordo com a câmara municipal, o espetáculo dura cerca de oito minutos e está distribuído por diversos postos de queima de fogo localizados no anfiteatro do Funchal, na orla marítima e Baixa citadina, no mar e um posto na ilha do Porto Santo.

Este espetáculo assume-se como um dos mais importantes cartazes turísticos da Madeira e já foi reconhecido internacionalmente, pelo Livro de Recordes do Guiness no ano de 2006, como “O maior espetáculo de fogo de artifício do mundo”.

Nos Açores, as propostas são múltiplas e espalhadas pelas várias ilhas do arquipélago. Em Ponta Delgada, por exemplo, a festa faz-se, como tem sido habitual, nas Portas da Cidade ao som da banda The Code e de Fernando Daniel.