Bem-vindo ao MyPopular!

Fique a par de várias dicas que o podem ajudar no dia-a-dia.

Simplificar o seu Dia

Como chegar à fala com as Finanças?

Publicado em 18-04-2017

Nos últimos anos, os serviços das finanças têm modernizado os canais de relacionamento com o contribuinte e transformado o fisco num dos serviços públicos que mais aposta nos meios digitais para dar e receber informação do contribuinte.

Da submissão das declarações anuais de impostos ao pagamento do selo do carro são muitas as obrigações fiscais que passam – ou podem passar – pelo Portal das Finanças, dispensando uma deslocação à repartição mais próxima.

Estar registado no site tornou-se indispensável para ter acesso a serviços que já quase desapareceram do papel, mas também é a via de acesso a outras formas de contacto com o fisco. Um exemplo disso é o serviço informativo lançado este ano pela Autoridade Tributária, para que o contribuinte possa fazer o acompanhamento do seu processo de reembolso de IRS.

O serviço é disponibilizado pelo Centro de Atendimento Telefónico, mas para o usar é preciso passar primeiro pelo portal e recolher um código de acesso telefónico.

O Portal é também a porta de acesso a um balcão eletrónico (e-Balcão), onde o contribuinte pode colocar as suas questões, identificando a área e o tema a que se referem, comodamente, sem esperas ao telefone ou deslocações.

Aos canais online, junta-se o Centro de Atendimento Telefónico (217206707) que entre as 9h às 19h é outra alternativa para chegar à fala com a Autoridade Tributária.

Desde junho do ano passado conta com um serviço especializado para surdos, que faz recurso da videochamada, para que tradutores de linguagem gestual possam receber as questões dos contribuintes com estas características, passá-las aos funcionários da AT e devolver respostas ao contribuinte.

O atendimento presencial também se mantém uma opção, que em alguns casos ainda é mesmo a única possível. Nessas situações a boa notícia é que a AT já permite a marcação prévia do atendimento, tal como já acontecida noutros serviços públicos.

Desta forma, o contribuinte garante a possibilidade de marcar um dia e hora para o atendimento, evitando as esperas prolongadas que caraterizam as deslocações a estes serviços.