O seu Dia a Dia
Tema da Semana

Dinossauros invadem a Lourinhã

Publicado em 06-02-2018

São mais de 120 modelos de dinossauros e outras espécies preparadas à escala real que, a partir de hoje, 9 de fevereiro, invadem a Lourinhã. Ou quase…

Não, não estamos a falar do Parque Jurássico, mas o conceito não anda muito longe. Trata-se do Dino Parque Lourinhã, que se apresenta como o maior museu ao ar livre de Portugal, inserido numa área de 10 hectares e que inclui quatro percursos correspondentes a algumas das mais importantes épocas da história da terra: o fim do Paleozoico, o Triássico, o Jurássico e o Cretácico.

O espaço há muito que estava pensado num concelho que, desde 2004, é conhecido como a Capital dos Dinossauros portuguesa, título que surgiu na sequência dos muitos vestígios jurássicos encontrados na região. A concretização acontece este ano, depois de um longo trabalho de preparação também do espaço que acolhe o museu ao ar livre, na Abelheira, a cinco minutos do centro da Lourinhã.

Cada um dos quatro percursos pensados para o parque conta perto de 2,5 km e permite aos visitantes fazerem uma viagem de cerca de 400 milhões de anos, perdendo-se nos diferentes períodos da história da terra.

O espaço apresenta, pela primeira vez, modelos de dinossauros descobertos em Portugal e, nomeadamente, na Lourinhã. Assim sendo, será possível observar o Ceratosaurus, uma espécie carnívora que tinha um corno próximo do nariz e quatro dedos em cada mão, em vez dos habituais três da maioria dos carnívoros.

O mesmo sucede com o Torvosaurus gurneyi, o maior predador terrestre do Jurássico, com 11 metros de comprimento e, naturalmente, o Lourinhanosaurus antunesi. Esta última espécie está associada a um dos maiores ninhos de dinossauros da Europa, encontrado na região da Lourinhã. Trata-se de um dinossauro carnívoro, do Jurássico, que poderia chegar aos oito metros de comprimento.

No entanto, como lembra o próprio parque, gigantes eram mesmo o Supersaurus lourinhanensis e o Lourinhasaurus alenquerensis, animais tão grandes que não poderiam ser caçados por predadores solitários.

Além dos percursos ao ar livre, torna-se ainda possível visitar o edifício central do Dino Parque que integra a exposição do “antigo” Museu da Lourinhã, recheada de muitas e importantes descobertas paleontológicas.

Por seu lado, no laboratório está disponível a observação de tudo o que tem a ver com a preparação de fósseis sendo que o Dino Parque Lourinhã conta ainda com um Pavilhão das Atividades, onde os visitantes poderão, eles próprios, tornar-se paleontólogos por momentos.

Alguns dos dinossauros no Dino Parque

  • Triceratops;
  • Stegosaurus;
  • Tyrannosaurus rex;
  • Spinosaurus;
  • Plateosaurus;
  • Typothorax;
  • Gigantoraptor;
  • Torvosaurus gurneyi;
  • Lourinhasaurus
  • Supersaurus.