Bem-vindo ao MyPopular!

Fique a par de várias dicas que o podem ajudar no dia-a-dia.

Simplificar o seu Dia

Há apps que nos põem a mexer

Publicado em 02-03-2017

Os portugueses continuam a ser resistentes à prática de exercício físico frequente. Um estudo de 2016 que envolveu inquéritos em 21 países, «European Social Survey», dá conta de que apenas 13,1% dos homens portugueses e 11,5% das mulheres praticam exercício físico com frequência.

Com as novas tecnologias a ganhar terreno nas atividades do dia-a-dia, as apps são um bom auxiliar para quem deixa a preguiça impor-se e mostram em tempo real as conquistas atléticas que levam rumo aos objetivos físicos.

Abundantes em qualquer app store e muitas delas gratuitas, as apps disponibilizam muita informação que combinada com bom senso pode ser um bom incentivo para começar a ter a prática de exercício físico como um hábito diário e, desta forma, contribuir para uma melhor saúde.

Disponíveis para os vários sistemas operativos móveis (Android, iOS, Windows), as aplicações vigiam não só os parâmetros fisiológicos, as calorias, como também permitem planear percursos e combinar tipos de exercícios adaptados às condições físicas ou aos objetivos que cada “atleta” quer alcançar.

No ginásio ou ao ar livre, o smartphone ou os novos gadgets eletrónicos tornam-se companheiros de treino e até confidentes dos pecados da gula ou das negas dadas, conscientemente, ao exercício com as desculpas mais variadas.

Controladoras atentas, as apps declaram guerra à preguiça, Sworkit, Personal Trainer, My Fitness Pal, 5K Runner, 7 Minutos Treino, Desafio Fitness de 30 Dias ou Runtastic Corrida e Caminhada, são apenas exemplos de aplicações que põem a mente a andar no sentido de por o corpo a mexer.

Ajudam na alimentação, no treino e colocam na mão de cada um o mapa de treino que decide seguir. Mesmo com todas as vantagens que trazem as aplicações não incluem força de vontade, devendo essa ser cultivada por cada atleta em função dos trunfos que quiser alcançar no futuro.

Bons treinos!