Bem-vindo ao MyPopular!

Fique a par de várias dicas que o podem ajudar no dia-a-dia.

Fim do Mês

Poupe dinheiro, vá de bicicleta para o trabalho

Publicado em 23-03-2017

Em Portugal, andar de bicicleta está, definitivamente, na moda. Segundo dados da Associação de Ciclismo do Porto, esta foi “a modalidade desportiva com maior boom de expansão ao longo do século XXI”.

Na realidade, os benefícios do ciclismo para a saúde estão mais do que comprovados e ninguém duvida que andar de bicicleta fortalece o corpo e a alma. A Universidade Alemã do Desporto refere mesmo que “as pessoas que andam de bicicleta regularmente poupam muitas visitas ao médico».

A mesma universidade recorda ainda que muitas pessoas “com dores de costas, excesso de peso ou doenças cardiovasculares” podem desfrutar de “vários anos de boa saúde” se andarem de bicicleta com alguma frequência.

As mais-valias vão desde a melhoria a nível cardíaco ou das costas, mas também surgem associadas ao sistema imunitário que o exercício físico ajuda claramente a estimular.

Mas, em tempos de austeridade, outras são também as vantagens que poderemos retirar do facto de se andar de bicicleta, nomeadamente quando utilizada como meio de transporte.

Enquanto utilização alternativa ao automóvel, a bicicleta ajuda a fazer exercício e não gasta gasolina permitindo juntar o útil ao agradável.

Hoje em dia, são vários os portugueses que optaram já por esta possibilidade e não é difícil ver algumas bicicletas estacionadas à porta dos locais de trabalho. Naturalmente que existem cidades mais propícias a este tipo de opção e Lisboa não é uma delas já que as suas características colinas acabam por “puxar” um pouco mais pelos nossos ciclistas.

De qualquer forma, em outras cidades do país, esta é uma atividade que poderá surgir mais facilitada, seguindo-se aqui a tendência de alguns países nórdicos ou mesmo da Holanda onde Amesterdão é a cidade das bicicletas por excelência.

No nosso país, são cada vez mais as autarquias que promovem o uso da bicicleta e apostam em ciclovias e espaços específicos para a sua utilização.

Mas, na realidade, não basta pedalar. Há que ter responsabilidades no que toca à segurança, promovendo-se sempre a utilização do capacete, das luvas e ainda uma eficaz manutenção da própria bicicleta, nomeadamente nos seus órgãos de segurança como os travões ou a corrente.

E se tem tudo em ordem então siga o nosso conselho e comece a pedalar. Pela sua saúde e também pela sua carteira!

 

3 bons motivos para andar de bicicleta

  1. Uma boa bicicleta custa 30 vezes menos do que um carro médio;
  2. A bicicleta minimiza os gastos, reduzindo o orçamento familiar dedicado exclusivamente ao automóvel;
  3. Andar de bicicleta permite fugir aos engarrafamentos, reduzindo-se o tempo das deslocações.