O seu Dia a Dia
Projectar o Futuro

Prepare a casa para enfrentar o inverno

Publicado em 06-11-2017

O frio bate à porta. E, mesmo que os primeiros dias de outono tenham pedido praia, a descida das temperaturas é inevitável e a melhor coisa a fazer é estar preparado. Comece por verificar se há equipamentos a precisar de manutenção.

Se optar por fazê-lo apenas quando chegar o tempo mais frio pode ter mais dificuldade em encontrar quem faça o serviço rapidamente, ou ter de se sujeitar a preços mais elevados. Teste o ar condicionado, veja se o sistema de aquecimento central está a funcionar corretamente, ligando os vários radiadores, ou experimente os aquecedores que nos próximos meses vão ajudar a tornar a casa mais quente, consoante o caso.

Verifique também as portas e as janelas. Se já usa isolamento para tapar frestas, esta é uma boa altura para perceber se está em bom estado, ou se precisa de ser substituído. Se não usa, considere a hipótese, porque uma casa bem isolada perde menos calor e por isso conseguirá otimizar melhor a energia gasta para manter uma temperatura agradável.

Pode colar fitas de isolamento à volta de portas e janelas, mas também pode fazer ou comprar rolos de pano ou de esponja para colocar na base de ambas, se verificar que as correntes de ar passam sobretudo por aí.

Na decoração, também há espaço para alguns ajustes. Se quando o tempo está mais quente costuma guardar os tapetes e as carpetes, está na hora de limpá-los e voltar a colocá-los junto às camas e em frente ao sofá. Além de proporcionarem um aspeto mais acolhedor, ajudam a reter o calor e a evitar que colocar um pé no chão seja sinónimo de uma sensação mais desagradável.

Manter à mão mantas quentinhas também vai ajudar a aquecer a família e a tornar o ambiente acolhedor, eventualmente até poupando alguma energia.

Vale a pena lembrar ainda que inverno é sinónimo de mais humidade, o que pode ter efeitos nocivos para quem tem alergias, ou gerar cheiros menos agradáveis e manchas na roupa e móveis. Preocupe-se em garantir a circulação de ar e em limpar zonas menos acessíveis de roupeiros e armários, que já podem ter acumulado bolores antes de o frio começar e recorra a um desumidificador, se os métodos naturais se revelarem ineficazes para controlar os níveis de humidade das zonas mais interiores da casa.