O seu Dia a Dia
Simplificar o seu Dia

Use o telemóvel para entregar a declaração de IRS

Publicado em 13-04-2018

Os contribuintes abrangidos pelo IRS automático voltam este ano a poder usar o telemóvel para validar a sua declaração de impostos. A aplicação que o permite está disponível para equipamentos com Android ou iOS (iPhone) e foi lançada pela Autoridade Tributária em 2017. No último ano, garantiu algumas melhorias e continua a funcionar como alternativa ao computador ou tablet, uma vez que a entrega do IRS em papel este ano deixou de ser uma possibilidade.

Quem está abrangido pelo IRS automático pode usar a app para verificar despesas e rendimentos declarados, consignar IRS ou deduções de IVA, se assim entender. Pode ainda confirmar o IBAN da conta onde pretende receber o reembolso, caso tenha direito a isso.

Esta é uma forma prática de submeter a declaração à AT para os contribuintes abrangidos pelo IRS automático, mas é também uma ferramenta útil para quem ainda não está abrangido por esta possibilidade, uma vez que a app pode ser usada para acompanhar os passos que se seguem, após a entrega da declaração e até à concretização do reembolso.

Outra funcionalidade disponível através da aplicação, que pode ser descarregada gratuitamente, é a possibilidade de obter o comprovativo de entrega do documento.

O IRS automático passa este ano a abranger um número mais alargado de contribuintes, incluindo famílias com filhos, que no ano anterior ficaram excluídos deste universo e ainda sem acesso a uma declaração totalmente pré-preenchida, pronta a submeter.

Mantêm-se sem esta opção os contribuintes com recibos verdes, com rendimentos provenientes de rendas, bem como aqueles que tenham obtido rendimentos ou residido fora do país ao longo do ano, entre outros.

A entrega do IRS arranca no início de abril e prolonga-se até final de maio. 31 de julho é a data-limite estipulada pela Autoridade Tributária para o acerto de contas com os contribuintes, leia-se, fazer o pagamento do reembolso ou informar quanto tem o contribuinte a pagar ao Fisco.